sábado, 27 de novembro de 2010

E lá vem a roda viva de novo...

Vivo esperando pelo momento em que poderei me sentar numa poltrona no fim do dia, com uma xícara de café e um dos livros-que-quero-muito-ler-mas-nunca-tenho-tempo, com a tranquilidade de quem sabe que tudo está no seu devido lugar e assim permanecerá pelo resto dos tempos.

Mas a minha vida é uma roda viva enlouquecedora. Toda vez que acredito estar próxima desse momento, surge a necessidade de uma mudança urgente e inadiável.

E cá estou. Mais uma vez, tempo de mudanças. Mudanças necessárias, desejadas, inevitáveis e significativas.

A diferença é que, desta vez, as minhas expectativas me animam. Vejo luz no fim do túnel porque junto com todo o caos inerente a toda espécie de mudança, tenho dentro de mim um sentimento de felicidade que há muito tempo não tinha. Nem lembrava mais que existia.

Além disso, ao ver a quantidade de braços dispostos a trabalhar comigo e por mim para que as coisas ocorram da melhor maneira possível, percebo que sou uma pessoa de muita sorte.

É provável que o tal momento da poltrona nunca chegue. E talvez as conquistas nem tivessem o mesmo sabor se não fossem tão suadas e cheias de obstáculos. Portanto, eu faço questão de deixar registrado que, apesar de todos os altos e baixos, a vida vem me trazendo mais motivos para agradecer do que para reclamar.

Aos que estão acompanhando todo esse processo de perto e tornando a roda viva menos angustiante, muito obrigada!

"Se isso não é amor, o que mais pode ser?"


P.S. 1: Dani, obrigada por existir, por estar na minha vida e por me mostrar que a felicidade é possível todos os dias.

P.S. 2: Quindim, obrigada por ser o melhor amigo que alguém pode ter na vida. Sem palavras...


5 comentários:

  1. Tu merece isso e muito mais! TARA!

    ResponderExcluir
  2. Quero o outro fundo.. que tem o sofá!

    ResponderExcluir
  3. Que lindo o texto...parabéns. Sabe de uma coisa? Às vezes, já estamos sentados em um poltrona e não percebemos, pois estamos vivendo intensamente a história do livro que lemos. Beijos e conte comigo.

    ResponderExcluir